A vida entre vizinhos

Não existe segredo para uma boa convivência “Vizinho é mais que parente, pois é o primeiro a saber das coisas que acontecem na vida da gente.” Este era o pensamento da poetisa Cora Coralina, que motivou a criação do “Dia do Vizinho”, celebrado em 20 de agosto, data de seu nascimento.

Como um ser social, para o seu próprio bem estar, o ser humano necessita de um relacionamento agradável com as outras pessoas e nossos vizinhos, quer queiramos ou não, são seres bem próximos de nós, mesmo que seja apenas no âmbito geográfico.

Em um condomínio, onde as pessoas ocupam e dividem espaços comuns, uma relação harmoniosa entre os moradores é primordial e acredite, não é tão difícil assim mantê-la, basta que se tenha consciência de que o direito de um termina onde começa o do outro.

Mas a relação entre vizinhos é delicada e muitas vezes, inusitada. Tem gente que se conhece no elevador e se torna amigo de verdade, desses que se compartilha a vida. Convenhamos, nada melhor do que ter uma pessoa em quem a gente confia morando no mesmo lugar.

Só que nem sempre é assim e a maior parte das pessoas tem uma relação com o vizinho que se resume ao encontro em áreas comuns como portaria, garagem ou elevador.

E aí se torna ainda mais necessário que as regras básicas de boa convivência e bom senso sejam praticadas.

Fique atento, antes de reclamar de um vizinho, veja se você não faz as mesmas coisas que ele. O diálogo ponderado entre vizinhos com potenciais problemas é o mais indicado, desde que seja conduzido de forma pacífica e conciliadora.

Se teve um problema com seu vizinho, procure conversar diretamente com ele para tentar resolver a questão, levar diretamente o assunto para o síndico pode ser uma atitude mal interpretada pelo vizinho alvo da reclamação e gerar um conflito ainda maior sobre algo que poderia ser resolvido com uma simples conversa.

Em tempos como os de hoje, em que todo mundo quer ter razão, se faz ainda mais necessária a reflexão sobre os nossos atos e o modo como agimos, por isto, proponho hoje esta auto avaliação.

E não custa nada uma saudação de bom dia, boa tarde, boa noite ou alguma gentileza como segurar a porta do elevador se vir o vizinho chegando. Gentileza gera sim gentileza e como o condomínio em que moramos é a extensão da nossa casa, nunca é demais cultivar os hábitos de uma boa convivência.


Fonte: InterTv Web

Posts Em Destaque
Posts Recentes

Rua Visconde do Rio Branco, 1681
Centro - CEP 83.005-420
São José dos Pinhais - PR

Horário de atendimento
Segunda à sexta
Das 8:00 às 18:00

contato@corteze.adm.br
(41) 3096-0808