Rua Visconde do Rio Branco, 1681
Centro - CEP 83.005-420
São José dos Pinhais - PR

Horário de atendimento
Segunda à sexta
Das 8:00 às 18:00

contato@corteze.adm.br
(41) 3096-0808

O que é o eSocial ?

07/11/2018

 

O eSocial é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação aos seus empregados. É um sistema único de coleta de dados trabalhistas, previdenciários e tributários.
Na prática e de forma resumida, podemos dizer que o eSocial será uma folha de pagamento digital.
O programa foi desenvolvido em conjunto pela Caixa Econômica Federal, pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Ministério da Previdência Social (MPS), Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e pela Secretaria da Receita Federal do Brasil.
 

O que muda?
Uma das principais premissas do eSocial é que ele não modifica a legislação, apenas desenvolve e utiliza mecanismos mais eficientes para fiscalizar seu cumprimento.
O eSocial traz  grande impacto na cultura dos brasileiros forçando a aplicação correta da legislação e mudanças na forma de lidar com os eventos trabalhistas.
 

Qual o papel do Síndico?
O síndico é fundamental para a perfeita implementação e operacionalização do eSocial, pois a relação trabalhista, previdenciária e fiscal acontece dentro do condomínio e sob a administração dele. Ele deverá ser orientado pelo escritório de contabilidade ou administradora, sob a forma e os tempos de repasse das informações pertinentes, para que os mesmos tenham tempo hábil de produzir os arquivos e transmiti-los nos prazos estabelecidos. 

Além disso, como o responsável final pelas informações ao sistema é o empregador, no caso do condomínio acredito que os síndicos deverão acompanhar de forma séria e constante o trabalho dos escritórios. É muito importante conferir de perto se as novas obrigações estão realmente sendo totalmente respeitadas.
 

O que acontece em caso de atraso no envio das informações?
O não envio ou o envio fora do prazo ensejará a aplicação de multas administrativas, da mesma forma que existe nos dias atuais. A diferença está no fato de que a fiscalização será instantânea, o que hoje é praticamente inexistente.
 

Quais são as regras para os funcionários terceirizados?
Não há responsabilidade solidária sobre as informações do e-Social. Cada empregador individualmente e exclusivamente será responsável pelo cumprimento das novas regras em sua integralidade, sem transferir qualquer responsabilidade aos tomadores de serviços.
 

Por onde começar ?
O primeiro passo é uma revisão dos processos. Se assegurar que tudo seja entregue e feito dentro dos prazos e que o RH esteja preparado para atender as exigências.

Antes da contratação de qualquer funcionário fazer a pesquisa de qualificação cadastral pois se houverem inconsistências no cadastro o arquivo não será validado.

www.consultacadastral.inss.gov.br/Esocial/pages

Mãos a obra
Esse é um processo de conscientização do empregador em sua integralidade, partindo da gestão.
Para adaptação ao novo sistema deve haver uma mudança cultural, de processos e capacitação humana.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe noTwitter
Please reload

Posts Em Destaque

CONFLITOS NAS ASSEMBLEIAS DO CONDOMÍNIO

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload